terça-feira, 3 de janeiro de 2012

I miss you

Como acreditar que você se foi ? 
Não, eu nunca vou acreditar nisso, poxa, uma pessoa que fazia (doí falar no passado) do meu dia-a-dia, que brincava comigo...
Augusto, meu neguinho, meu Deus, tão jovem, uma pessoa tão boa, como é dolorido pensar que você não está mais aqui meu... Como vai ser chegar na sala e não ver você lá, sentado do meu lado. Ou na esquina esperando o portão abrir com os outros meninos né ?
Porque isso teve de acontecer ? eu não me conformo, não era para você estar lá poxa. 
A última vez que eu te vi, você sorriu para mim, como se sua vida fosse se estender por anos, como eu queria que isso acontecesse... E depois saber que você não está mais aqui... E de uma forma tão triste...
Eu não acredito nisto, não acredito.




Meu Deus, cuida do meu gustavo, por favor, eu confio em vós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário